Banner Top
Quarta-feira, 25 de Abril de 2018

EDUCAÇÃO EM ALTO MAR

Quando tínhamos 35 anos, eu e meu marido partimos para realizar nosso sonho de dar uma volta ao mundo de veleiro. Concluída a aventura, a pergunta mais frequente que ouvimos até hoje é: “Qual foi o maior desafio de navegar por dez anos ao redor do mundo? As tempestades, os piratas, o desconhecido, o Triângulo das Bermudas?”

Confesso que meu maior desafio no mar foi ser professora dos meus filhos. Depois de dez anos nos preparando, largamos tudo em 1984. Tiramos nossos filhos das escolas – Pierre, com 15 anos, David, 10, e Wilhelm, 7 – e mudamos de uma casa de 400 m2 para um barco de 40 m2. Na época, escutei pessoas horrorizadas fazendo previsões: “eles não vão ser nada na vida, uns vagabundos”; “sem escola e você como professora? Você é louca!”; “coitadinhos, vão ficar sem amigos, sem outras crianças. Tenham juízo”.

  • Em registro histórico, Wilhelm e David uniformizados na escola no Reino de Tonga, em 1990

Quando partimos, eu carregava dois sacos de mais de 500 kg de responsabilidade nos ombros. Formada em inglês pela New York University, eu tinha experiência como educadora e havia dado aulas por dez anos antes de partir. Sempre tive o maior entusiasmo por educação. Eu confiava na minha vocação de professora e educadora. Mas imagine o ano de 1984, sem internet, celular, tecnologia. Desapeguei de muitas roupas para colocar uma enciclopédia inteirinha com 32 volumes no espaço embaixo do meu beliche no veleiro, além de dezenas de livros.

A aventura de navegar andava lado a lado com a aventura da educação. Quebrei as paredes da sala de aula. Que privilégio dar aulas sobre vulcões na beira de uma cratera! Estudamos a evolução das espécies em Galápagos, onde Darwin desenvolveu esta teoria. Ciências, biologia, educação ambiental, geografia e todas as outras matérias eram exploradas e, muitas vezes, vividas entre alunos e professora.

Vilfredo, como economista, se encarregou da matemática. Me lembro de ajudar a ensinar frações na cozinha a bordo, fazendo pizza, bolo, medindo 1/2 medida de farinha, 1/3 de açúcar etc. E, depois, o mais gostoso: comer nossa aula de frações.

  • David na sala de aula durante os meses em que ele e o irmão estudaram no Reino de Tonga

Um fator foi fundamental para que nossa escola desse certo. Me tornei mestra em uma matéria: disciplina. "Quem sabe hoje vamos nadar, explorar esse lugar e temos aulas depois?", eles, às vezes, me pediam. Mas a regra era primeiro as aulas. Depois, tempo livre. E a socialização? Eles faziam amigos em outros veleiros ou nos locais ao redor do mundo onde ancorávamos – e alguns são nossos amigos até hoje. Os meninos também frequentaram escolas em algumas cidades. A maior experiência dessas aconteceu em Tonga, entre os 13 e os 15 anos, quando eles tiveram que vestir saia para frequentar a aula. Ou melhor, "lavalava", a vestimenta típica dos nativos.

  • Heloisa Schurmann mostra onde fica o Brasil para crianças da ilha de Gona Bara Bara, na Papua Nova Guiné, ao norte da Austrália

Poucos anos depois, tive a alegria de vivenciar essa experiência de crescer ao lado dos filhos novamente, com Kat. Mas, dessa vez, já tínhamos alguma tecnologia e a enciclopédia cabia em 5 CDs. Durante a educação de Kat, ela ainda ensinou a lição do amor incondicional.  Independentemente de quem você é, de como você é, você aceita aquela pessoa no seu coração. Acredito que, mais do que ensinar, aprendi com meus filhos.

Reconheço que nossa metodologia foi bastante distinta e, ok, fora dos padrões. Mas uma coisa permanece válida para todos: sempre acredite em estimular a curiosidade e, com isso, criar a fome de saber. Aprendi essa expressão com meu filho David, que um dia me disse: “você nos ensinou a querer saber, a procurar respostas e a ter a fome do saber”. Que ensinar e aprender continuem sendo aventuras empolgantes e inspiradoras para todos!

Heloísa Schurmann
Heloísa Schurmann
Colunista

Últimas edições

Tata Werneck
Sophia Abrahão
Daniel Boaventura
Zac Efron
Thomas Troisgros
Guga Kuerten
Grazi Massafera
Mateus Solano
Klebber Toledo
Patrícia Poeta
Gabriel Medina
Juliana Paes
Rodrigo Hilbert
HUGH JACKMAN
Carol Castro
Débora Falabella
Paulo Gustavo
Dan Stulbach
Letícia Spiller
Camila Queiroz
Glenda Kozlowski
Maria Casadevall
Olivier Anquier
Camila Coutinho
Fernanda Lima
Pedro Andrade
Preta Gil
 Jaqueline Carvalho
Taís Araújo e Lázaro Ramos
Cleo Pires
Mauricio de Sousa
Carol Trentini
Star Alliance
Fábio Porchat
Marília Gabriela
Fernanda Paes Leme
Paolla Oliveira
Flávio Canto
Bruna Markezine
Marina Ruy Barbosa
Ingrid Guimarães
 Malvino Salvador
Isabelli Fontana
Deborah Secco
Meninos do vôlei
Miguel Falabella
Daniel Alves
Luiza Valdetaro
Giovanna Antonelli
Wagner Moura
Revista Giovanna Ewbank
Antonio Fagundes
Reynaldo Giane
Fernanda Motta
Paulo  Gustavo
Cláudia Raia
Maria Fernanda
João Paulo Diniz
Tatá Werneck
Fernando Torquatto Avianca
Junior Cigano
Max Fercondini
 Isis Valverde
 Robert Scheidt
Glória Maria
Alessandra Ambrósio
 Alinne Moraes Luiz Tripolli
Sabrina Sato
Tiago Abravanel

Media Onboard

Responsável por todo o entretenimento e mídia de bordo das aeronaves Avianca Brasil, oferecendo diversas plataformas criativas online e off-line para impactar o público alvo.

anuncie
  • Vencemos o 30º prêmio Veículos de Comunicação como revista customizada de 2016
RegistrationLogin
Sign in with social account
or
Lost your Password?
RegistrationLogin
Sign in with social account
or
A password will be send on your post
RegistrationLogin
Registration