Banner Top
Quinta-feira, 24 de Maio de 2018

BONITO É POUCO

AS ESTRADAS DE TERRA DE BONITO LEVAM ÀS TANTAS ATRAÇÕES DE TURISMO ECOLÓGICO COM CACHOEIRAS, RIOS, NASCENTES, LAGOAS, GRUTAS E ATÉ MESMO UM ABISMO DE 72 METROS DE PROFUNDIDADE. APENAS INDO ATÉ LÁ É POSSÍVEL ENTENDER PORQUE ESSA CIDADE CONTORNADA PELA SERRA DA BODOQUENA JÁ GANHOU 14 VEZES O PRÊMIO DE MELHOR DESTINO DE ECOTURISMO DO BRASIL

Andarilho e solitário, o lobo-guará é uma espécie de semeador do Cerrado, espalhando sementes de árvores nativas por onde passa. O animal, considerado um dos símbolos desse bioma que é a savana brasileira, tem um quê dos passos de Márcio Lima. Morador de Bonito há 20 anos, o campo-grandense pedala e planta árvores. Mas, diferentemente da sua inspiração canídea, Márcio não está sozinho.

  • O passeio de bicicleta percorre 17,5 km pela vegetação local nativa e exuberante, margeando rios e quedas d’água

Há nove anos, ele conduz tours de bicicleta por áreas rurais do destino – e sempre termina com o participante plantando uma árvore. Em quase uma década de trabalho, já são oito mil novas árvores frutíferas “para segurar os animais, aqui, no Cerrado”, como ele diz. Entre as sementes plantadas estão embaúba, tarumã e jenipapo, além de angico, cedro e ipê.

“Ao usufruir sem deixar nada em troca, eu sentia que o passeio ficava incompleto”, explica o criador da Lobo Guará Bike Adventure. O nome da empresa é uma referência a uma pedalada que o ciclista e agora empresário fez no início dos anos 1990, no limite com Goiás, guiado pelo animal que seguia à frente, sem se preocupar com sua presença.

  • Ao final do trajeto, todos os participantes são convidados a plantarem mudas de embaúba, tarumã e jenipapo

Márcio só não é tímido como o lobo-guará. Entre pedaladas no Parque Ecológico Rio Formoso e banhos no rio que dá nome ao parque, ele emenda uma história na outra, com temáticas que vão desde o aumento de atropelamento de animais selvagens nas rodovias próximas a Bonito até batalhas da Guerra do Paraguai que aconteceram no território onde fica, atualmente, o Mato Grosso do Sul.

  • Paisagem cinematográfca do Abismo Anhumas, um dos segredos mais bem guardados de Bonito

Em aproximadamente três horas de pedal, percorremos 17,5 km por terrenos quase sempre planos, ora beirando as margens do Formoso, ora tomando banho de rio, durante uma parada no Deque do Paraíso. Recentemente, Márcio também criou um roteiro noturno de 8 km (ida e volta) até a Gruta de São Mateus, com visita ao Museu de Bonito, cujo acervo reconta a história do município. É turismo para o corpo, alma e meio ambiente.

CERRADO PROFUNDO

A 265 km de Campo Grande, no oeste do Mato Grosso do Sul, Bonito faz fama não apenas com as flutuações em águas cristalinas, mas também com as belezas escondidas debaixo da terra. Localizado na Serra da Bodoquena, em um conjunto rochoso de 600 milhões de anos, o destino abriga 78 cavernas cadastradas e com diferentes níveis de dificuldade.

Ainda assim não é daqueles lugares para turistas apressados que querem ver tudo sem muito esforço. Sobretudo quando uma das paradas é a 72 metros de profundidade, em um rapel negativo que leva até um salão rochoso com um lago interior. A 23 km do centro da cidade, o Abismo Anhumas é a versão mais profunda de Bonito.

  • O Abismo Anhumas está a 72 metros de profundidade, sendo uma das cavernas mais profundas do Mato Grosso do Sul

O convite para provar a experiência veio como uma espécie de desafio à minha vertigem. Aceitei mais pela curiosidade de mergulhar com cilindro em um lago de 80 metros de profundidade, recortado por cones calcários, do que pela descida vertical por cordas. O passeio começa ainda na parte urbana da cidade, onde os aspirantes a aventureiros no Anhumas passam por um treinamento, no dia anterior à experiência, em uma plataforma de 10 metros de altura que testa nossa habilidade de subir e descer por cordas sem nenhum apoio para os pés.

“É mais técnica do que força”, tenta me tranquilizar Maiko Chimenes Trindade, que atuou como guia no local por quase duas décadas. “O mais difícil mesmo é acordar cedo”, completa ele. O rapel, equivalente a um edifício de 26 andares, começa claustrofóbico, na boca apertada de acesso ao abismo, e segue até o nível seguinte, onde o salão principal do Anhumas se abre sob os pés, mas ainda distante para pisarmos em terra firme. “O maior acidente por aqui foi com uma garota que quebrou a unha”, ironiza Trindade.

  • Mergulho de cilindro em um lago com até 80 metros de profundidade: é preciso coragem

A descida vai no nosso ritmo e, diariamente, só pode ser feita por 20 pessoas. Conhecido também como “Buraco”, o Abismo Anhumas é classificado como uma das cavernas mais profundas do Mato Grosso do Sul, de acordo com a Sociedade Brasileira de Espeleologia.

A única luz natural que ilumina seu interior é o feixe de luz que entra pela boca maior da caverna, entre dezembro e janeiro. Mas sempre damos um jeito, entre uma manobra e outra, de ver os formatos naturais esculpidos entre paredões e jardins que parecem flutuar sobre nossas cabeças.

Quando achei que já tinha visto de tudo, vesti a roupa de neoprene para ir ainda mais fundo. Da plataforma flutuante que serve como única opção seca dentro do Anhumas, comecei o mergulho com cilindro por outros 18 metros, em um lago gelado de até 80 metros de profundidade.

  • A Gruta da Lagoa Azul é uma das atrações turísticas mais famosas e espetaculares de Bonito

Mergulhadores credenciados encaram o rapel para conhecer a Cidade dos Cones, um vale submarino formado por cones de até 20 metros de altura, considerada a maior formação do gênero em todo o mundo. A paisagem, diferente de tudo o que já vi, é resultado do desprendimento e da decantação de sedimentos e do gotejamento sobre águas cristalinas. É como fazer um mergulho noturno, em pleno dia, e provar a experiência de flutuar dentro de uma caverna – mas sem a necessidade de certificação especial, como orienta Daniel Anastácio, instrutor da Bonito Scuba, empresa que opera os mergulhos no Anhumas.

A descida no lago termina com vista de esqueletos de animais que caíram no interior do abismo, como um veado, a cinco metros de profundidade, e os restos mortais de um tamanduá-bandeira, que repousam a 18 metros. Quem encara o rapel, mas anda sem coragem para descer ainda mais fundo nesse mergulho, conta também com flutuações e passeios de botes dentro do lago.

  • Estalactites, estalagmites e travertinos esculpidos pela natureza na Gruta de São Miguel

Mas nem só com adrenalina se faz turismo em Bonito. A atração mais famosa é a Gruta do Lago Azul, a 22 km do centro da cidade. Os grupos de turistas que seguem dispersos até a escadaria íngreme que leva à boca de 40 metros de diâmetro da gruta mal se dão conta de que a visita começa já na trilha curta de 300 metros de extensão. Todo mundo só parece ter atenção para a imagem do lago de intensos tons azulados devido à luz solar, que colocou Bonito entre os destinos nacionais mais desejados.

A fama vem do Salão do Lago e suas formações aéreas, como estalactites, sobre águas de tons exageradamente azuis. Local de fósseis pré-históricos de animais que habitaram a região há mais de 12 mil anos, como a preguiça-gigante e o tigre-dentede-sabre, esse lago com 90 metros de profundidade foi declarado Monumento Nacional pelo IPHAN. Com 65% de sua área sob a água, a atração só pode ser vista das plataformas de madeira que rodeiam a gruta – e se revela após uma descida de 300 degraus desde a entrada do local.

Em Bonito, o acesso para certos endereços turísticos já é uma atração em si. A 5 km do Lago Azul e a 18,5 km do centro da cidade, a Gruta de São Miguel é uma formação de 65 milhões de anos que tem acesso por uma ponte suspensa, com vista para as copas das árvores e para um viveiro de araras. Mas o melhor é a visita guiada de pouco mais de uma hora, que nos leva por corredores com iluminação artificial que destaca espeleotemas, como cortinas, cascatas de pedras e travertinos – nome técnico para chamar as piscinas naturais formadas com água de gotejamento.

QUANDO IR 
Embora conte com mais de 40 atrações, Bonito é melhor aproveitado fora da época de chuvas, que vai de novembro a fevereiro e deixa as águas dos rios mais turvas. Evite o período de piracema, quando os peixes desaparecem dos rios de flutuação para desovarem nas nascentes dos rios locais. A melhor época para ter centenas de animais aquáticos ao redor vai de maio a novembro. A alta temporada no destino é nos meses de dezembro, janeiro e julho.

NA ROÇA

Tem Bonito para todo tipo de viajante. O destino conta com mais de 40 atrações oficiais, das quais 32 são de estilos diferentes. Para desacelerar (o nível de adrenalina e o ritmo da viagem), o setor rural é endereço de fazendas que incorporaram o turismo às atividades de agricultura e pecuária, como a Mimosa, a 24 km de Bonito.

Muito além do salão com comida rural feita no fogão à lenha, esse estabelecimento conta com passeios a cavalo para grupos reduzidos e um roteiro de quase 3 km que passa por oito cachoeiras e sete paradas para banho, em mais de 300 hectares de área preservada. A programação segue parecida em outros endereços, como na Ceita Corê, uma fazenda de mais de mil hectares, a 36 km de Bonito, com um circuito de quase 2 km que leva a seis cachoeiras.

  • Pontes suspensas fazem do caminho entre as atrações uma verdadeira aventura

No entanto, seja qual for seu estilo de viagem – rural ou apegado a experiências radicais – a flutuação nos rios bonitenses é atividade obrigatória. E o argumento para convencê-lo a flutuar em águas calmas de temperaturas agradáveis é um só: Bonito é endereço de alguns dos rios mais cristalinos do planeta.

Os preparativos são bem parecidos. Somos recepcionados em fazendas distantes do centro urbano, em piscinas que servem de área de treinamento e ajuste de equipamentos, como colete, máscara, snorkel, roupa e botas de neoprene. A 17 km do centro, é imperdível o Rio Sucuri, considerado o mais cristalino do Brasil e o terceiro do mundo, onde acontece a flutuação em um circuito de 1.800 metros de extensão, acompanhado de um guia que segue em um barco a remo.

  • Ecoturismo na Estância Mimosa: passeios de cavalo que conduzem a cachoeiras

No município vizinho de Jardim, a 50 km de Bonito, a nascente do Rio Olho D’Água é outra flutuação famosa que acontece em rios de talento cenográfico, no encontro desse com o Rio da Prata, na Fazenda Cabeceira do Prata. O percurso de 2,6 km de extensão é feito entre cardumes de dourados, curimbatás e piraputangas.

  • A futuação no Rio Sucuri, mais cristalino do Brasil, revela uma infnidade de espécies de peixes, como dourados, curimbatás e piraputangas

Para ir mais fundo e sem nenhuma experiência prévia, também tem o batismo no Rio da Prata, mergulho guiado em que o visitante desce até sete metros de profundidade, equipado com cilindro e sempre acompanhado de um guia. A qualidade das águas de Bonito se deve à vegetação em geral e ao carbonato de cálcio que funciona como filtro natural para calcificar materiais sólidos, evitando a suspensão de detritos nos rios locais.

De Bonito, são apenas 140 km até o Pantanal, outro destino selvagem e exibido do Centro-Oeste. Mas essa já é uma história de aventura para se contar em outra viagem.

Hotel Cabanas

A apenas 6 km do centro, o hotel tem bangalôs de madeira camuflados no meio da mata, além de atividades de aventura para não hóspedes.
www.hotelcabanas.com.br

Lucca Hotel

Com 62 apartamentos, esse hotel simples fica a poucos quarteirões da Pilad Rebuá, a principal avenida do destino.
www.luccahotelpousada.com

Zagaia Eco Resort

Em uma área de 600 mil m², esse é um dos hotéis mais exclusivos de Bonito.
www.zagaia.com.br

SERVIÇO

SECRETARIA DE TURISMO
www.turismo.bonito.ms.gov.br

LOBO GUARÁ BIKE ADVENTURE
Rua Cel. Pílad Rébua, 2156 - Alvorada
www.loboguarabikeadventure.com.br

BONITO SCUBA - ABISMO ANHUMAS
Rua Filinto Müler, 656 – Alvorada
www.bonitoscuba.com.br

ABISMO ANHUMAS
Centro de Treinamento: R. General Osório, 681 – Centro
www.abismoanhumas.com.br

GRUTA DE SÃO MIGUEL
Rodovia Três Morros, Km 0 – Zona Rural
www.grutasdesaomiguel.com

FLUTUAÇÕES – RIO SUCURI
Rodovia Bonito/Faz. América, Km 17 - Zona Rural
www.sucuri.com.br

FLUTUAÇÕES – RIO DA PRATA
www.riodaprata.com.br

ESTÂNCIA MIMOSA ECOTURISMO
Rodovia MS 178, S/n - Zona Rural
www.estanciamimosa.eco.br

COMO FUNCIONA O VOUCHER ÚNICO
Referência de ecoturismo no Brasil, o destino é conhecido pela venda de vouchers com horário pré-agendado para visita às atrações. O ingresso só pode ser adquirido nas agências turísticas de Bonito que contam com acesso a um sistema de reserva online que bloqueia a venda de ingressos quando o número máximo de visitas diárias por atração é atingido. Os ingressos têm preços tabelados pelo Conselho Municipal de Turismo de Bonito (COMTUR).

Eduardo Vessoni
Eduardo Vessoni
Colaborador

Últimas edições

Vladimir Brichta
Tata Werneck
Sophia Abrahão
Daniel Boaventura
Zac Efron
Thomas Troisgros
Guga Kuerten
Grazi Massafera
Mateus Solano
Klebber Toledo
Patrícia Poeta
Gabriel Medina
Juliana Paes
Rodrigo Hilbert
HUGH JACKMAN
Carol Castro
Débora Falabella
Paulo Gustavo
Dan Stulbach
Letícia Spiller
Camila Queiroz
Glenda Kozlowski
Maria Casadevall
Olivier Anquier
Camila Coutinho
Fernanda Lima
Pedro Andrade
Preta Gil
 Jaqueline Carvalho
Taís Araújo e Lázaro Ramos
Cleo Pires
Mauricio de Sousa
Carol Trentini
Star Alliance
Fábio Porchat
Marília Gabriela
Fernanda Paes Leme
Paolla Oliveira
Flávio Canto
Bruna Markezine
Marina Ruy Barbosa
Ingrid Guimarães
 Malvino Salvador
Isabelli Fontana
Deborah Secco
Meninos do vôlei
Miguel Falabella
Daniel Alves
Luiza Valdetaro
Giovanna Antonelli
Wagner Moura
Revista Giovanna Ewbank
Antonio Fagundes
Reynaldo Giane
Fernanda Motta
Paulo  Gustavo
Cláudia Raia
Maria Fernanda
João Paulo Diniz
Tatá Werneck
Fernando Torquatto Avianca
Junior Cigano
Max Fercondini
 Isis Valverde
 Robert Scheidt
Glória Maria
Alessandra Ambrósio
 Alinne Moraes Luiz Tripolli
Sabrina Sato
Tiago Abravanel

Media Onboard

Responsável por todo o entretenimento e mídia de bordo das aeronaves Avianca Brasil, oferecendo diversas plataformas criativas online e off-line para impactar o público alvo.

anuncie
  • Vencemos o 30º prêmio Veículos de Comunicação como revista customizada de 2016
RegistrationLogin
Sign in with social account
or
Lost your Password?
RegistrationLogin
Sign in with social account
or
A password will be send on your post
RegistrationLogin
Registration