Banner Top
Quarta-feira, 18 de Outubro de 2017

A REDENÇÃO DE GRAZI MASSAFERA

INDICADA AO EMMY INTERNACIONAL APÓS QUASE DESISTIR DA PROFISSÃO, A ATRIZ PARANAENSE VOLTA AO TRABALHO COM MAIS UM PAPEL DE DESTAQUE NA PRÓXIMA NOVELA DAS 21H, “O OUTRO LADO DO PARAÍSO”

Quando surgiu para o Brasil no Big Brother 5, em 2006, Grazi Massafera era mais uma modelo tentando a sorte na televisão. A expectativa da paranaense de Jacarezinho era ganhar um dos carros que o programa distribuiria, vender o prêmio para ajudar a família e, provavelmente, voltar para o interior do Paraná. Uma década depois, a Grazi que desfila nas páginas desta revista é uma atriz realizada, reconhecida internacionalmente e que, aos 35 anos, após tantos altos e baixos, enfim encontrou o seu lugar.

Escalada para viver a quase vilã Lívia em “O Outro Lado do Paraíso”, próxima novela das 21h na Globo, Grazi vive um momento ímpar. A indicação ao Emmy Internacional em 2016 pelo papel de Larissa Ramos, em “Verdades Secretas”, alçou a atriz a um novo patamar. Antes vista com certa desconfiança por parte do público, da imprensa e até por alguns colegas de TV, Grazi chegou a pensar em desistir da profissão. “Mas o destino conspirou, veio esse personagem incrível e eu pude me jogar de verdade. O retorno foi absoluto”, comemora.

Apesar do novo status na profissão, Grazi mantém o mesmo jeito de menina do interior de 10 anos atrás. O sorriso largo, o sotaque puxado na letra “erre”, uma simpatia contagiante e até certa inocência. Após a sessão de fotos no terraço do Gran Meliá Nacional Rio de Janeiro, ela fez questão de abraçar um a um da equipe de produção. E, à vontade, jogou-se no sofá de pés descalços para uma hora de entrevista.

“Estou vivendo um momento de muita alegria e também de muita responsabilidade. Agora, cada personagem que eu pego, quero fazer ainda melhor”, conta. “Depois que virei mãe (há cinco anos), minha vida ganhou um novo sentido. De repente eu estava preparada para arriscar.” Hoje ela tem prazer em ser atriz, profissão que nunca esteve em seus planos. “Eu era uma menina que tinha pavor de prova oral. Cheguei a fazer xixi nas calças aos oito anos, de tanto pânico de falar em público”, relembra, aos risos.

Em “O Outro Lado do Paraíso”, que estreia no final de outubro, Grazi retoma a parceria de sucesso com o autor Walcyr Carrasco e com o diretor Mauro Mendonça Filho. Será uma mulher de atitude, sedutora, que não mede esforços para conseguir o que deseja e acabar com o romance dos protagonistas vividos por Rafael Cardoso e Bianca Bin. A grande vilã da novela será a mãe da personagem de Grazi, interpretada por Marieta Severo, a ambiciosa matriarca de uma das famílias mais poderosas de Palmas – a novela se passa no Tocantins, com diversas cenas no paradisíaco Parque Estadual do Jalapão.

DO DIVÃ AO EMMY

Se hoje Grazi esbanja entusiasmo com seu novo momento na televisão, a paranaense cogitou abandonar de vez a carreira de atriz em meados de 2014. Apesar do esforço, as críticas ao seu trabalho e a falta de motivação para interpretar quase sempre o mesmo papel começaram a pesar. “Passei por uma crise existencial muito grande. Comecei a achar que o que eu fazia não tinha mais nenhum sentido para mim.”

Mas um curso em Madri com o diretor argentino Juan Carlos Corazza, preparador de elenco de astros como Javier Bardem e Penélope Cruz, resgatou Grazi do divã. “Eu pensava comigo mesma: ou eu vou lá, vejo que não quero mais isso e toco a minha vida adiante, ou eu vou lá e vou gostar. E aí fiz o curso e voltei apaixonada pela profissão.”

De volta ao Brasil, Grazi soube do teste de elenco para a personagem Larissa, ex-modelo drogada e prostituída, em “Verdades Secretas”. Era tudo o que a atriz sonhava: um papel onde poderia provar para si mesma e para os outros que seu talento ia além das mocinhas. Ela conta que passou a noite anterior ao teste sem dormir, vendo vários filmes sobre o tema. Queria chegar no Projac “bem detonada”. Funcionou.

“Quando recebi a notícia de que o papel era meu eu não sabia se ficava feliz ou horrorizada”, relembra, rindo. “Foi um misto de alegria e desespero. Pensei: ‘Ou eu arregaço de vez ou eu acabo com a profissão’”. O final da história todo mundo sabe: Grazi “arregaçou”.

Irreconhecível no fluxo da Cracolândia, a atriz roubou a cena e foi indicada ao Emmy Internacional 2016, o Oscar da televisão mundial. Concorreu com estrelas, como a inglesa Judi Dench e a alemã Christiane Paul, que levou o prêmio. Mas só a indicação já valeu.

Quando conto que em 40 anos apenas Fernanda Montenegro, Irene Ravache, Lí lia Cabral, Adriana Esteves e a atriz mirim Carolina Oliveira foram indicadas pelo Brasil (e só Fernanda Montenegro ganhou), Grazi leva as mãos ao rosto e bate palmas. “Jesus amado!”, exclama, quase sem acreditar na própria conquista.

“Verdades Secretas” alçou Grazi a outro patamar. “Ganhei uma autoestima muito grande como atriz e também uma responsabilidade imensa”, comenta. A desconfiança e o peso do rótulo de ex-BBB finalmente ficaram para trás. “Agora parece que eu faço parte do meio. Parece que eu fui aceita, sabe? Tenho essa sensação. Agora eu me vejo como atriz. E os outros também.”

DE JACAREZINHO PARA O PROJAC

Grazielli Soares Massafera nasceu em Jacarezinho, cidade com cerca de 40 mil habitantes no norte do Paraná. Filha da costureira Cleuza Soares e do pedreiro Gilmar Massafera, teve uma infância tranquila correndo pela vizinhança. “Fui criada brincando de vôlei, queimada e patins na rua. Fazendo amarelinha com pedaço de tijolo, comidinha com tijolo. Tinha cachorro, gato. Tive até um tatu de estimação”, recorda. O nome do tatu era Tatu.

“Eu era daquelas que pegava fruta no pé. Amava comer mexerica no meio-fio com a vó Lula. E tem hábitos de infância que eu tenho até hoje, sabe? Se eu pego uma mexerica, na hora eu já sento num cantinho”, afirma, levantando do sofá e sentando no chão, de pernas cruzadas, para demonstrar. “Se me dão uma mexerica no Projac eu já sento no chão. O povo deve achar que eu sou doida!”, brinca.

Desde cedo, a beleza de Grazi chamava a atenção. E a vaidade, herança da dona Cleuza, também. “Minha mãe conta que eu desfilava pela casa de vestido e com pregador de roupa na orelha. Eu insistia para eles me inscreverem nos concursos”, conta. Como não tinha dinheiro para roupas, Grazi aproveitava os vestidos de algumas amigas travestis. “Elas desfilavam e depois davam tudo para mim. Roupas que me deixavam um mulherão, mas que, quando eu tirava, ‘caía as espumas tudo’”, relembra, rindo alto.

Grazi começou a participar de concursos de beleza com apenas sete anos. Foi rainha de festas agropecuárias e, em 2003, participou do Miss Paraná pela primeira vez, de cabelo descolorido e sobrancelhas raspadas, sem cativar os jurados. No ano seguinte, com 22 e uma estética mais natural, foi melhor. “Falei: ‘mãe, esse ano o concurso vai dar um carro, então vou perder’. Porque todo concurso que dava carro eu perdia. Se fosse secador de cabelo, eu ganhava. Tinha cinco secadores lá em casa!”. Ela estava certa: ficou em terceiro lugar.

O novo revés, no entanto, foi o início de uma mudança drástica na vida da paranaense, que intercalava desfiles com trabalhos como manicure e vendedora de cosméticos. Antes de viajar para Japão e China para concursos internacionais (“só com um cartão telefônico na carteira”), uma amiga a inscreveu no Big Brother Brasil. Assim que voltou, a modelo recebeu uma ligação. Tinha sido selecionada. “Achei que era trote. ‘Tá, quem é você? Me dá seu número para eu checar’. O cara começou a rir, falou que era a primeira vez que ele passava por isso.”

O resto, o país inteiro acompanhou por todos os ângulos. Grazi conquistou o Brasil, chegando até a final do BBB 5. Só perdeu para o vencedor, Jean Wyllys. A popularidade foi tamanha que, na única vez em que foi para o paredão, sua adversária foi eliminada com 95% dos votos. “O engraçado é que lá eu saí ganhando todos os carros”, se diverte. “Gente, ganhei três carros! A vida dá voltas mesmo, né? Todos os carros que eu perdi nos concursos eu ganhei no BBB.”

Após o reality, Grazi foi convidada para participar da Oficina de Atores da Globo. Mas só aguentou 15 dias. Atuar não estava nos planos e a renda extra com trabalhos de publicidade parecia mais interessante. Mas a direção da emissora insistiu, vendo em Grazi um potencial que nem ela imaginava ter. De volta ao tablado um ano depois, concluiu os estudos e recebeu outra notícia: “Essa cena final era um teste. Você passou e vai para a novela ‘Páginas da Vida’, do Manoel Carlos”.

“Ninguém avisou que era um teste. Achei que seria minha primeira e última novela”, recorda. Mas a novata brilhou no papel de Thelminha, em 2006, com direito a diversos prêmios como atriz revelação. Dois anos depois, ela já vivia a protagonista de “Negócio da China” e era uma das artistas mais requisitadas no mercado publicitário. “Se me contassem 12 anos atrás que eu ia virar atriz, eu nunca ia acreditar. Eu sonhava em ser policial militar”, revela.

CONTO DE FADAS

Se hoje Grazi esbanja entusiasmo ao falar de trabalho, quando o assunto é a filha, a pequena Sofia, de cinco anos, seus expressivos olhos verdes brilham ainda mais. “Ela é o meu coração pulsando fora de mim. É a coisa mais linda que já aconteceu na minha vida”, suspira, toda coruja. Sofia é fruto do relacionamento de quase sete anos de Grazi com o ator Cauã Reymond – eles se divorciaram em 2013.

Realizada como atriz e mãe, Grazi pretende trabalhar menos e com mais qualidade. “Tenho vontade de ser mãe de novo. E quero me consolidar na carreira. Cheguei a um momento delicado do processo, onde minhas escolhas vão ser determinantes”, projeta. Ela tem planos de voltar a atuar no cinema, já que seu último filme foi “Billi Pig”, de José Eduardo Belmonte, em 2012.

Olhando para trás, Grazi lembra de quando surgiu na televisão e foi chamada pela imprensa de Cinderela da  TV, por sua ascensão repentina ao estrelato. “Quando isso estourou, de gata borralheira, Cinderela, eu acreditei”, recorda. “Então comecei a fazer análise e despertei. ‘Isso é publicidade, é marketing. Não tem nada de gata borralheira. Tem trabalho, foco, dedicação. Não é só sorte’. Você tira o mérito da pessoa quando diz que é só sorte”, rebate.

Sua história com ares de conto de fadas hoje é a mais pura realidade. “Não deixa de ser uma história bonita, né? Eu sempre pensei que para ter sucesso a pessoa teria que ser filho de alguém ou ter dinheiro... Aí eu venho lá do interior, desbravando um novo mundo até conquistar o meu lugarzinho ao sol”, analisa. “Essa história é muito bonita. Serve de exemplo para outras pessoas. Eu tenho orgulho dela e vou contar tudinho pra Sofia.” Era uma vez...

POR · FELIPE SEFFRIN
FOTOS · YURI + ANA
MAKE · CLEIDE ARAÚJO
STYLING  · JULIANO PESSOA E ZUEL FERREIRA

Felipe Seffrin
Felipe Seffrin
Colaborador

Últimas edições

Grazi Massafera
Mateus Solano
Klebber Toledo
Patrícia Poeta
Gabriel Medina
Juliana Paes
Rodrigo Hilbert
HUGH JACKMAN
Carol Castro
Débora Falabella
Paulo Gustavo
Dan Stulbach
Letícia Spiller
Camila Queiroz
Glenda Kozlowski
Maria Casadevall
Olivier Anquier
Camila Coutinho
Fernanda Lima
Pedro Andrade
Preta Gil
 Jaqueline Carvalho
Taís Araújo e Lázaro Ramos
Cleo Pires
Mauricio de Sousa
Carol Trentini
Star Alliance
Fábio Porchat
Marília Gabriela
Fernanda Paes Leme
Paolla Oliveira
Flávio Canto
Bruna Markezine
Marina Ruy Barbosa
Ingrid Guimarães
 Malvino Salvador
Isabelli Fontana
Deborah Secco
Meninos do vôlei
Miguel Falabella
Daniel Alves
Luiza Valdetaro
Giovanna Antonelli
Wagner Moura
Revista Giovanna Ewbank
Antonio Fagundes
Reynaldo Giane
Fernanda Motta
Paulo  Gustavo
Cláudia Raia
Maria Fernanda
João Paulo Diniz
Tatá Werneck
Fernando Torquatto Avianca
Junior Cigano
Max Fercondini
 Isis Valverde
 Robert Scheidt
Glória Maria
Alessandra Ambrósio
 Alinne Moraes Luiz Tripolli
Sabrina Sato
Tiago Abravanel

Media Onboard

Responsável por todo o entretenimento e mídia de bordo das aeronaves Avianca Brasil, oferecendo diversas plataformas criativas online e off-line para impactar o público alvo.

anuncie
  • Vencemos o 30º prêmio Veículos de Comunicação como revista customizada de 2016
RegistrationLogin
Sign in with social account
or
Lost your Password?
RegistrationLogin
Sign in with social account
or
A password will be send on your post
RegistrationLogin
Registration