Voltar

Cultura

Agenda

Cinema

Entrenimento a Bordo


Voltar

Lifestyle

Gastronomia

Vinhos

Inspire-se

Family Trip

Expedição

Colunas


Voltar

Capa

Edição atual

Making of

Celebridades

Edições anteriores


Edição Atual Heloisa Schurmann e o desafio Mares Limpos

Heloisa Schurmann e o desafio Mares Limpos

Heloisa Schurmann

Compartilhar experiências para combater os danos que a invasão do plástico causa na natureza

 

Soltar as âncoras, içar as velas e zarpar pelos mares e oceanos sempre foi (e continua sendo) uma oportunidade fascinante de me conectar com o diferente. Esse diferente pode ser um lugar deserto, onde me sinto abduzida pelo silêncio e vasta paisagem, ou mesmo uma metrópole, que me embriaga com suas cores e luzes. Mas se trata, principalmente, de uma conexão com outras pessoas.

 

Por isso, lançamos no ano passado o “Conexão Schurmann”, uma plataforma para receber convidados especiais e compartilhar experiências e conhecimento, especialmente aqueles relacionados a comportamentos sustentáveis. São reuniões intensas, que inundam nossas almas e enchem nossos corações de esperança em conexões que perduram além dos momentos a bordo.

 

No mês de outubro tivemos encontros muito especiais. Em um deles, levamos a campanha Mares Limpos, da ONU Meio Ambiente, para a Refeno, a maior regata oceânica da América Latina, que completou 30 anos de existência. Que orgulho, como embaixadora da campanha, carregar nossa mensagem para tripulantes de mais de 60 embarcações nacionais e internacionais.

Tripulação na Refeno 2018: Felipe Solari, Wilhelm Schurmann, Jefferson Schroeder, Foquinha, Marina Person e Heloisa Schurmann01

Para esta missão, contamos com a presença da Fernanda Daltro, da ONU Meio Ambiente, e do ator Mateus Solano, que foi anunciado oficialmente defensor da campanha Mares Limpos. Nossa tripulação contou ainda com as presenças de Felipe Solari, Foquinha, Jefferson Schroeder e Marina Person.

 

Juntos, navegamos entre Recife e Fernando de Noronha em aproximadamente 30 horas, vimos o que está acontecendo com nossos mares, mas principalmente conversamos sobre como podemos agir para mudar essa situação. Na praia da Atalaia, em Fernando de Noronha, por exemplo, onde o acesso é controlado e restrito pela ICMBio, há uma enorme, absurda e inacreditável quantidade de microplásticos, que vêm com as correntes marinhas e invadem nossas areias.

 

Nosso trajeto também mostrou que podemos contrariar as mais pessimistas perspectivas. Na área do Cabanga Iate Clube Pernambuco, que um dia foi tomada por cerca de 60 toneladas de lixo, plantamos mudas em um mangue totalmente recuperado. Parece inacreditável, mas uma ação de limpeza trouxe vida novamente àquele lugar. E essa é a nossa esperança para os mares do planeta também!

 

Quando abrimos nosso veleiro para todos esses convidados, nosso objetivo é que o alerta sobre os danos que a invasão de plástico na natureza pode causar se espalhe cada vez mais. Mas, como o universo conspira para que sempre aconteçam encontros maravilhosos a bordo, descobrimos neles a cumplicidade de almas que se encontram no balanço do mar.

FAMÍLIA SCHURMANN

Primeira família brasileira a dar a volta ao mundo a bordo de um veleiro e a repetir o feito, até o momento, por mais duas vezes. Os tripulantes do veleiro Kat preparam-se para mais uma grande expedição: Voz dos Oceanos.

SUA VIAGEM NA REVISTA

Envie sua foto e conte porque mais pessoas deveriam conhecer este lugar.

Você pode gostar

VER MAIS